Connect with us

Bahia

Catado de Cultura estreia na TV pública do Legislativo baiano

Postado

em

A TV ALBA vai veicular, por meio de Cooperação Técnica Cultural, a nova temporada do programa

O Catado de Cultura, um programa web que mostra artistas independentes da cena alternativa da Bahia, vai estrear uma nova temporada nesta quarta-feira (06), com uma novidade: o semanal será exibido na TV ALBA, emissora pública do Poder Legislativo baiano. Música, teatro, humor, poesia, economia do bem e até gastronomia são pautados no projeto.

“O Catado de Cultura é um bate papo descontraído e regado à música e boas histórias. Nossa meta? Literalmente catar e reverberar os ‘tesouros escondidos’ em meio à diversidade de conteúdos das redes sociais, ou que não são mostrados pela mídia comercial”, afirmou o jornalista Cadu Freitas, apresentador e diretor do Catado.

“Com a estreia do Catado de Cultura, a TV ALBA diversifica a sua programação. Agora, além de oferecermos à população conteúdo educativo e informativo, estamos levando música e cultura, tornando a TV mais atrativa para o público jovem”, defendeu Bruno Leal, diretor de Programação da emissora.

Já Rosana Cavalcanti, coordenadora de Conteúdo, destacou que o Catado de Cultura traz leveza e entretenimento para a programação da TV: “Mostra a diversidade cultural da Bahia e os artistas talentosos ainda desconhecidos do grande público. A vinda do programa traduz o nosso desejo de melhorar cada vez mais a qualidade daquilo que oferecemos enquanto uma TV pública legislativa”.

Nova temporada

No programa, os apresentadores entrevistam, semanalmente, duas atrações: uma musical, outra das demais áreas da cultura baiana. “O Catado de Cultura demonstra a capacidade inegável de produção e criação de uma equipe jovem, cheia de energia e qualidades”, destacou André Fernandes, diretor de Marketing do Bahia na Lupa, site colaborativo criador do programa.

Para o gerente de TV da emissora, Fabiano Dorea, é importante que a TV pública fomente programas com cunho culturais, principalmente programas que levem à população a cultura não difundida nas emissoras comerciais: “Parabéns à equipe, excelente trabalho, extremamente importante para o fortalecimento e enriquecimento do conteúdo das tvs educativas e públicas do estado”.

A terceira temporada do Catado, na opinião de Rafael Manga, apresentador e mobilizador Cultural, reafirma os ideais da cultura alternativa: ambientado numa loja colaborativa, com artistas independentes, sem estereótipos e com muita pluralidade artística. “Vivemos a lapidação dos talentos que encontramos desde a temporada 1”, refletiu.

Comentário do Facebook
Continue lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

VÍDEO: nos EUA, Bolsonaro chama estudantes de “idiotas úteis”, “imbecis” e “massa de manobra”

Publicado

em

VÍDEO: nos EUA, Bolsonaro chama estudantes de “idiotas úteis”, “imbecis” e “massa de manobra”

Comentário do Facebook
Continue lendo

Bahia

Bolsonaro corta 30% da verba da UnB, UFBA e UFF

Publicado

em

Balbúrdia é o que está sendo feito no Brasil pelo governo federal! Weintraub, o novo ministro da Educação, já deu todos os prenúncios de uma gestão autoritária que quer implementar um sistema de educação no país que acaba com o pensamento crítico e emburrece o povo.

Hoje ele anunciou que as universidades que tiveram maior relação com os movimentos sociais e realizaram eventos que provocavam a discussão política e social como o Fórum Social Mundial ou a Bienal da UNE, terão 30% das dotações orçamentárias bloqueadas.

O valor do corte na UFBA, na UnB e na UFF corresponde a mais da metade do contingenciamento imposto a todas as universidades e, sem noção da realidade de sucateamento da educação pública no país o ministro ainda afirma “A universidade deve estar com sobra de dinheiro para fazer bagunça e evento ridículo”. #educacao #ministeriodaeducacao #Weintraub #ufba #unb #uff #universidade #elenao #bolsonaronao

 

fonte: midia ninja

Comentário do Facebook
Continue lendo

Bahia

PROFESSORA É PRESA ENQUANTO DAVA AULA NO IF DE GOIÁS

Publicado

em

A Coordenadora Geral do SINASEFE, Camila Marques, foi detida hoje de manhã (15), enquanto dava aula no campus Águas Lindas do Instituto Federal de Goiás.

A polícia civil de Goiás estava no campus desde o início do dia. Camila não aceitou que a polícia militar entrasse em sua sala de aula para interrogar alguns de seus alunos e recebeu voz de prisão por desacato enquanto exercia sua atividade de professora, dentro de sala de aula e na frente de seus alunos.

A questão que é: Quem desacatou quem? Onde fica a autonomia de uma instituição federal como o IFG, com a PM dentro do campus? E a autonomia da professora com relação a sua sala de aula? A polícia não deve respeitar a autoridade que Camila representava naquele momento?

A Assessoria Jurídica Nacional (AJN) do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica está acompanhando o processo na delegacia pra onde a professora foi levada e tentando a sua liberação.

Camila Marques não é só professora. Também é uma lutadora social, dirigente sindical e vinha sofrendo perseguição por parte de Bolsonaristas que a denunciavam por “doutrinação”. O fato é que Camila defende uma educação crítica e libertadora e não pode ser punida por isso.

Toda solidariedade à professora Camila Marques!

 

fonte:@jornalaverdade_

 

Comentário do Facebook
Continue lendo

TV Lampião

Facebook

Mais acessados