Connect with us

Bahia

SALVADOR 360: Com obras já concluídas e em andamento, programa da Prefeitura é criticado por alto custo e pouca transparência

Postado

em

divulgação

Vereadora Marta Rodrigues (PT) classificou o Salvador 360 como uma jogada de marketing

Com promessa de investimento de R$3 bilhões, o Plano Salvador 360, anunciado pela Prefeitura Municipal, tem sido criticado por vereadores da oposição pelo custo elevado e eficácia questionável. Lançado no mês de maio, o projeto, segundo a Prefeitura, visa ao desenvolvimento econômico em diversas áreas da cidade. Porém, de acordo com o site do Salvador 360, ações já realizadas ou em andamento, como a reforma da orla do Rio Vermelho ou o Hospital Municipal, constam como projetos a serem realizados.

A vereadora da oposição, Marta Rodrigues (PT), criticou a inclusão no projeto de obras já realizadas. “O Salvador 360 é apenas uma jogada de marketing, uma falácia. Além de não apresentar nada de novo para Salvador, se resume a um compilado de projetos – alguns problemáticos e outros que não saíram do papel – e cria um roteiro de ações sem transparência e sem aprofundamento, além de não dialogar com as reais necessidades da população”, disse.

Para Marta, o programa, além de não prever resultados para sanar problemas da cidade, também beneficia áreas nobres, como é o caso das três linhas do BRT. “Ele inclui como uma novidade as requalificações da orla, que mostraram ter objetivos escusos, como o caso da Barra [denúncia de irregularidades por delatores da Odebrecht], com preços que destoam completamente a depender das regiões. Não apresenta Planos de Mobilidade, nem de encostas, para saber o que a cidade precisa [no site, há previsão até 2020 de 40 obras de contenção]. E insiste em um projeto de BRT defasado e superfaturado, cuja metade do dinheiro é para a construção de elevados, equipamentos obsoletos”, argumentou.

Ainda falando do anúncio de obras já concluídas como sendo novas, a vereadora do PT foi enfática: “O prefeito ACM Neto mais uma vez prioriza investimentos apenas em bairros cuja especulação imobiliária tem interesse. Do total de R$ 157.172,093 previstos para a orla de Salvador, R$ 70 milhões já foram aplicados no Rio Vermelho e R$ 65 milhões na Barra”, denunciou.

A vereadora Aladilce Souza (PCdoB) disse que as pequenas e médias empresas não serão contempladas pelo Salvador 360

RENÚNCIA FISCAL – Já a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) chamou a atenção para o risco de eventuais calotes na proposta que prevê o adiamento do pagamento de impostos por empresas. “A prefeitura não tem a garantia de que algum dia irá arrecadar o valor devido pelos empreendimentos. Quem garante que as empresas não irão dar calote? Portanto, se a prefeitura incluir essa receita no seu orçamento, mas não arrecadá-la, o município terá um déficit que comprometerá o investimento em outras áreas prioritárias para a cidade”, alertou.

Aladilce criticou ainda que apenas os grandes empreendimentos se beneficiarão das propostas do eixo “negócios”. “As pequenas e médias empresas, que possuem mais dificuldades para sobreviver, não terão os mesmos benefícios. É um projeto direcionado, para atender interesses específicos, de empresas específicas, num processo pouco transparente e (pouco) transformador. É, de fato, um projeto ‘Salvador 360’, pois dá a volta e para no mesmo lugar”, ironizou.

FINANCIAMENTO- Dividido entre os eixos de Inclusão Econômica, Simplifica, Negócios, Cidade Sustentável, Investe, Cidade Inteligente e Centro Histórico, o programa, segundo anúncio da gestão municipal, contará com recursos captados por meio de operações de créditos nacionais e internacionais, além de recursos próprios e transferências da União. Segundo matéria publicada pela assessoria da Prefeitura, no último dia 5 de junho, o prefeito ACM Neto assinou um contrato com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) como parte do Prodetur (Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo). Segundo anunciado, o valor disponibilizado será de R$ 105 milhões e, segundo a mesma matéria, esses recursos serão destinados para obras na Avenida Sete de Setembro, trecho entre o Campo Grande e a Praça Castro Alves; implantação do Museu da História da Cidade e do Arquivo Público, na Praça Cairu; e reformas nos trechos da orla de Stella Maris-Flamengo-Ipitanga e Barra-Ondina.

Vice-prefeito na segunda gestão do ex-prefeito João Henrique, o vereador Edvaldo Brito (PSD), que também é professor, chamou a atenção para o risco de o prefeito legar para outras administrações uma Prefeitura endividada

No site do Salvador 360, apesar de não detalhar as fontes e nem especificar em detalhes onde serão gastos, está previsto um investimento de R$ 2,8 bilhões (a cifra surpreendente é quatro vezes mais do que o orçamento nacional destinado ao Ministério da Cultura em 2016). Perguntado sobre o assunto, o vereador Edvaldo Brito (PSD) respondeu ao Mídia Lampião e alertou sobre o equilíbrio fiscal e do risco, por conta dos empréstimos, de comprometimento das futuras gestões. “Os empréstimos dependerão da capacidade de endividamento do Município, do equilíbrio da gestão fiscal, sob pena de infração à lei de responsabilidade fiscal. Esse endividamento, via empréstimos, tem como consequência o comprometimento da boa qualidade de administrações futuras e a escorcha tributária do contribuinte, tal como vem ocorrendo desde 2013”, disse.

Domingos Leonelli, ex-secretário estadual do turismo

Já o ex-secretário de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, em sua página oficial no Facebook, também comentou sobre o programa. “O prefeito ACM Neto está procurando refazer pelo caminho inverso o trabalho do ACM avô. O neto propõe recuperar a centralidade perdida quando da implantação do Centro Administrativo [CAB, na Av. Paralela], que retirou do centro da cidade mais de 100 mil pessoas. Quando Neto diz que vai levar de volta ao centro toda a administração municipal e repovoar com habitações, está fazendo o contrário do que fez ACM avô, no maior erro urbanístico da história”, disse.

A equipe do Mídia Lampião entrou duas vezes em contato com a assessoria da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) para ouvir a opinião do órgão sobre o assunto, mas não obteve retorno.

Comentário do Facebook

Bahia

Eleitores de Haddad sofrem ameaça de morte por seguidores de Bolsonaro

Publicado

em

A Mídia Lampião recebeu denúncias dos eleitores de Haddad onde afirmam que foram ameaçados de morte pelos seguidores de Bolsonaro nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp.

Uma das vítimas do ataque, Alex Souza, relata que é um dos administradores do grupo ELE NÃO! HADDAD SIM, no WhatsApp, e por esse motivo foi atacado. “Um suposto eleitor de Bolsonaro entrou no grupo para bagunçar e provocar os participantes com notícias “Fakes News” – [notícias falsas], com palavrões e vídeos pornográficos, não satisfeito ele me fez ameaças com mensagem mostrando uma arma de fogo, ele realmente não me conhece”,  denuncia.

“Fiz os prints da conversa, fui até a delegacia e aguardo a apuração dos fatos, se essa gente travestida de eleitor de Bolsonaro está pensando que de forma covarde, vão ficar escondidos através de perfis do Facebook e contas do WhatsApp está redondamente enganados, quem tem sangue de escravos nas veias não foge à luta, meus antepassados lutaram muito pela liberdade, não será qualquer projetinho de Bozanoro que me calará!”, declara.

Para Souza, a urna não é lugar de depositar ódio e intolerância, é lugar de depositar a esperança de um Brasil Feliz de Novo.  “Bolsonaro é homofóbico, machista, racista, perverso e muito mais… Continuarei na luta pela democracia e gritando de boca cheia! ELE NÃO! ELE NUNCA! ELE JAMAIS”, ressalta.

 

Confira a denúncia na integra:

Não são as crises políticas, econômicas e éticas que põem em risco a democracia brasileira. A democracia brasileira,…

Publicado por Alex Sousa em Sábado, 13 de outubro de 2018

Comentário do Facebook
Continue lendo

Bahia

O fenômeno Lula

Publicado

em

As pesquisas apontam. O mundo reconhece. Os brasileiros imploram. É emocionante falará do cara que virou ideia: O Lula.

Após 4 meses preso político o homem-ideia passa através das frestas das grades e faz o maior estardalhaço na recente história política do país. Se a boca não pode falar; a voz não pode ser ouvida, a imagem não pode ser vista e o cheiro não consegue ir tão longe. O que faz Lula crescer 9 pontos percentuais, conforme as pesquisas, após 120 dias trançados?
Se quem ao arrepio da lei imaginou que prendendo incorporar a ideia de apagaria, fez as contas erradas.

Mesmo com o Programa de Governo mais corajoso das eleições petistas, alinhado com o Desenvolvimento integral do país e com a inclusão de parcela considerável que ainda não faz parte da nação brasileira e retomada do desenvolvimento visto na era petista e a apresentação de reformas de base estruturantes; mesmo assim entre os ricos,, Lula amplia o seu eleitorado de 14% para 20%.no geral passa 30 para 39% no geral é, com a perspectiva de transferência de votos que já coloca seu apoiado no segundo turno das eleições. Mais ainda. Faz o PT ser, de longe partido mais querido do Brasil.

Estamos diante de um fenômeno que embolou a mente dos algozes que fizeram da comunicação uma partida de futebol marrada pelo locutor que torce para o time que perde; de um judiciário que assume publicamente sua opção política, quando a isonomia deve ser um princípio é de um mercado mambembe, que de tudo se faz (chantageia a população, faz análises e notas tentando desqualificar), mas o povo segue o Lula. Os mais atentos já sabem. Lula já ganhou na política ganhará nas urnas. Ganha o Lula ou que ele indicar. Pois, contra fatos tem havido muitos argumentos, mas o povo brasileiro tem argumentado mão forte ainda em favor dos fatos. Lula é um fenômeno.

Comentário do Facebook
Continue lendo

Bahia

PROTESTO DOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

Publicado

em

Neste momento nas ruas do comércio, os professores da rede Municipal de Ensino, protestam por melhorias salarias. Adata base para o reajuste salarial é maio e desde abril a APLB-Sindicato, entidade representativa da categoria, entregou a pauta de reivindicações e foram realizadas várias reuniões entre o Executivo Municipal e a direção da APLB. Entretanto, como nenhuma resposta positiva foi apresentada, não restou alternativa, senão a greve!

 

Comentário do Facebook
Continue lendo

TV Lampião

Facebook

Mais acessados