Connect with us

Destaque

Aliado de velhos corruptos, MBL promete protesto hoje na Fonte Nova

Postado

em

 

Aliados de velhos corruptos do país, membros do Movimento Brasil Livre (MBL) prometem protesto contra o ex-presidente Lula, que visita hoje Salvador como parte da Caravana “Lula pelo Brasil”. Desde quando ganhou notoriedade, o MBL tem se mostrado bastante seletivo na organização de mobilizações para “defender” o país. Nos momentos cruciais, como as recentes denúncias de corrupção passiva apresentadas pelo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, contra Michel Temer, não se percebeu nenhuma movimento do grupo em sua bandeira predileta da luta anti-corrupção.

MBL foi um dos fervorosos defensores, junto com a Fiesp, da derrubada da ex-presidente Dilma. Sob Temer, mesmo com anúncios de reajuste de gasolina, ameaças de correção na tabela do IR, o MBL se recusa a criticar o governo

No início do segundo mandado de Dilma, os membros do MBL eram vistos marchando lado a lado com o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha. No ano seguinte, o mesmo Cunha iria ser preso, em outubro de 2016, e condenado a 15 anos e quatro meses de prisão pela Operação Lava Jato.  Dentre os processos que responde está a acusação do Ministério Público Federal (MPF) de receber propina em contrato da Petrobras para a exploração de petróleo no Benin, na África.

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS – Já Temer, que salvou-se da investigação pedida pela PGR recentemente em votação na Câmara dos Deputados, foi denunciado pela PF por obstrução da Justiça e pelo procurador-geral, Rodrigo Janot, por corrupção passiva. No mês de abril, o ex-deputado e assessor da presidência, Rodrigo Rocha Loures, foi filmado saindo de um restaurante em São Paulo com uma mala que continha R$500 mil reais. De acordo com a PGR, essa quantia se destinava à Michel Temer como pagamento de propina da JBS (que fechou acordo de delação premiada).

Card que circula pela rede social WhatsApp. Assinado pelo núcleo baiano do Movimento, o MBL local não protestou contra Geddel Vieira Lima, preso e encaminhado para o presídio da Papuda, em Brasília

E não para por aí. O MBL também se manteve próximo ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, que cumpre prisão domiciliar sem as tornozeleiras eletrônicas. Velha raposa da política, Geddel está sendo investigado pela operação “Cui Bono” da PF, que identificou fraudes na liberação de crédito da Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2013, além de ser citado também nos áudios de denúncia feita pelo empresário Joesley Batista.

 

 

 

Comentário do Facebook

Bahia

Teatro Gamboa Nova rumo a mais 10 anos

Publicado

em

O ano de 2017 foi de muitas realizações para o projeto Teatro Gamboa Nova, afinal são 10 anos de atividades diante dos 43 deste espaço único e aconchegante de Salvador, que abriga as mais diversas produções artísticas.

A equipe Associação Grupo Estado Dramático comemora através da exposição 10 Anos de Boa Nova, em cartaz pelos últimos dias, com entrada gratuita. Outra atração, que faz parte do repertório do Grupo, é o espetáculo Cri – O Homem e o Tempo, que abre a programação de dezembro.Somadas a estes trabalhos mais duas peças cênicas: Frida e Eu, com Iêda Dias e Eróstrato – Memória Perversa, da Cia Sem Sentido. Além do show do grupo musical Massaranduba, nos domingos do GamBoaMúsica Pôr do Sol.

 

 

E o mais importante é celebrar o futuro, diante de mais uma aprovação no edital Ações Continuadas, em parceria com o Governo do Estado, que garante nos próximos anos que dezenas de criadores possam apresentar seus projetos, apoiados por esta estrutura coletiva.

Evoé, Asè, venha 2018!

Comentário do Facebook
Continue lendo

Bahia

Rede Globo denunciada nos EUA por pagar US$ 15 mi de propina

Publicado

em

Por

O empresário argentino, Alejandro Burzaco, acusou a Rede Globo de Televisão de pagar 15 milhões de dólares para transmitir exclusivamente as Copas do Mundo da FIFA de 2026 e 2030. Segundo Buzarco, a propina foi paga por meio de depósito em banco suíço para Julio Grondona, então vice-presidente da FIFA e chefe do comitê de finanças da entidade.

A denúncia gravíssima foi feita durante o julgamento do ex-dirigente da FIFA, José Maria Marin, que ocorre nos EUA. A Globo nega a acusação afirmando que realizou “amplas investigações internas”. Não basta. Admitindo-se a presunção de inocência, a Globo não pode ficar acima da lei. Precisa ser investigada, pois o roteiro da propina é descrito detalhadamente pelo denunciante.

A ampla divulgação que a Globo prega nas operações da PF e na Lava-Jato, deve também praticar para essa denúncia. Colocar à disposição das autoridades brasileiras as “amplas investigações internas” seria o primeiro passo pra Globo não ser condenada previamente, como costuma fazer com as denúncias que não atingem sua própria organização.

Comentário do Facebook
Continue lendo

Bahia

10 mil pessoas tomam às ruas de Correntina em defesa das águas

Publicado

em

Por

Com faixas, cartazes e palavras de ordem, 10 mil pessoas, segundo a Polícia Militar, tomaram às ruas do município de Correntina, oeste da Bahia, em defesa das águas e dos territórios tradicionais do Cerrado e em apoio aos manifestantes que ocuparam duas fazendas da região, no dia 2 de novembro último [ 600 pessoas, realizaram um ato de protesto contra o abuso das águas em duas fazendas no distrito de Rosário].

Durante a caminhada, a população denunciou  o uso abusivo das águas do rio Arrojado e o seu baixo nível em consequência do intenso desmatamento, da retirada de água superficial e subterrânea, sobretudo pelas empresas do agronegócio, e das mudanças climáticas. O volume de água retirada pela empresa em que houve a manifestação do dia 02/11 equivale a mais de 106 milhões de litros diários, suficientes para abastecer por dia mais de 6,6 mil cisternas domésticas de 16 mil litros, suficientes para fornecer água de beber e cozinhar para 33 mil pessoas na região semiárida por oito meses, entre um período chuvoso e outro.

A atividade contou com a participação de representantes  da Igreja Católica e Justiça Federal, além de autoridades. “Vamos buscar diálogo e mediação”, reforçou os deputados Afonso Florence e Neusa Cadore.  Já o morador escreveu: “Não somos terroristas nem criminosos, apenas estamos lutando pela sobrevivência do nosso bem maior: nossos rios. Pois água é vida”, registrou uma manifestante no seu cartaz. A população também denunciou que o Estado é omisso com atual situação da região.

Confira o resumo do ato:

Com informações site cpt nacional.org.br

Comentário do Facebook
Continue lendo

TV Lampião

Facebook

Mais acessados