Connect with us

Na luta!

Movimentos de Luta Por Moradia acusam gestão ACM Neto de manipular cadastro do MCMV

Postado

em

 

Manipulações cadastrais sugerem famigerada prática de curral eleitoral

Movimentos de Luta Por Moradia protestaram na sede do Ministério Público Federal(MPF), em Salvador, nesta quinta- feira(27), contra a Prefeitura de Salvador por manipulação dos cadastros do Programa Minha Casa Minha Vida(MCMV).

Logo após a mobilização, os trabalhadores protocolaram uma representação contra a gestão municipal, pois, segundo o movimento, o prefeito ACM Neto, além de não se preocupar com a situação das periferias da cidade, teria retirado aleatoriamente diversas famílias do projeto.

Manifestantes estiveram na sede do MPF, onde também realizaram um ato político contra as manipulações nos cadastros do MCMV

De acordo com informações da Frente Brasil Popular (FBP- Bahia), a gestão municipal tomou a iniciativa de apenas beneficiar as famílias que estão cadastradas nas prefeituras-bairros, ignorando as que já estavam ligadas ao programa. O Movimento acusa ainda a Prefeitura de beneficiar indicados dos seus aliados. A FTB ressalta que, com essa medida, estão sendo prejudicadas mais de 100 mil que fazem parte do MCMV e por isso pedem que o MPF faça uma investigação rigorosa no caso.

Frente de Luta diz que mais de 100 mil serão prejudicados

A situação dos moradores beneficiados pelo MCMV se agravou após o início do governo ilegítimo de Temer. O peemedebista revogou a portaria instituída por Dilma, no ano de 2016, que autorizava mais de 3 milhões de moradias populares. Com o decreto de Temer, caiu para 500 mil o número de habitações, sendo que apenas 120 mil são dedicadas às pessoas pobres e a maior parte para os da classe média.

A Frente promete intensificar os protestos

Sem apoio, os moradores decidiram que a única saída é buscar seus direitos através de mobilizações constantes em diversos pontos estratégicos, como órgãos, nas áreas urbanas e rurais, áreas críticas da cidade e paralisações do trânsito. É a maneira que eles encontram de alertar sobre a difícil situação que vivem.

 

Fotos:  Idelmário Proença

Comentário do Facebook
Continue lendo
1 Comentário

1 Comment

  1. Carina

    28 de julho de 2017 at 12:44

    Pois é tenho 3 filhos moro com meu pai. E ele é aposentado por idade BPC. Não entra na renda.dia que caíxá reprovou por renda .um absurdo enquanto conheço pessoas que pagaram 1.000 e estar com apt do mcmv em cajazeiras.e eu até agora nada a casa toda rachada. Cadê vc prefeito nas eleições mim pediu cpf .nome que iria averiguar e até hoje nada vários recados no inbox do prefeito e nada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Univerão é aberta e Lauro de Freitas e segue até domingo (21)

Publicado

em

Por

Universidade de Verão (Univerão) 2018 tem como tema “Conexões Democráticas para uma Cidade Educadora” e acontecerá de 15 a 21 de janeiro na cidade de Lauro de Freitas. Será um prazer receber a comunidade educativa e participantes em geral dentro da estratégia de ativação dos territórios escolares, visando à construção de uma Cidade Educadora. Confira a programação:

15 de Janeiro
16h , CONFERÊNCIA – ABERTURA DA UNIVERÃO: MESA INSTITUCIONAL; CONFERÊNCIA: UNIVERSIDADE E DEMOCRACIA com: Prof João Carlos Salles e Mediador José Bites de Carvalho, 1000 vagas, CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

16 de Janeiro
9h às 12h,
MESA REDONDA: FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES com: Prof Penildon Silva Filho, Luís Dourado e Verônica Domingues , 200 vagas, CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

15h às 17h,
COMUNICAÇÃO: DEMOCRACIA EM MOMENTO DE CRISE com Deputado Paulo Teixeira , 200 vagas, CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

18h às 20h, MESA REDONDA: DIREITOS HUMANOS E DEMOCRACIA com: Tatau Godinho, Isadora Browne Ribeiro e Marília Lomanto Veloso . 200 vagas, CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

17 de Janeiro
9h às 12h, MESA REDONDA: PERSPECTIVA PARA UMA CIDADE EDUCADORA-CONCEITOS, DESAFIOS E PROPOSTAS com: Naomar Almeida Filho, Paulo Gabriel Nacif . 200 vagas, CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

14h às 16h, COMUNICAÇÃO: DIÁLOGO SOBRE EDUCAÇÃO INTEGRAL NA REDE PÚBLICA DAS REGIÕES METROPOLITANAS com: Prof Miguel Arroyo . 200 vagas, CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

18 de Janeiro
14h às 16h, COMUNICAÇÃO: DESCOLONIZAÇÃO DO CONHECIMENTO NA UNIVERSIDADE com José Jorge de Carvalho , 200 vagas , CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

16h – ENTREGA DA COMENDA MILTON SANTOS , 1000 vagas, CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

17h às 20h, MESA REDONDA: MULHERES QUE FAZEM: GÊNERO E DIVERSIDADE com: Julieta Palmeira, Joanna Flores, Valdeci Nascimento, Zelinda Barros, Maira Kubick e Nilma Lino Gomes. 200 vagas, CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

19 de Janeiro
9h às 12h, MESA REDONDA: UNIVERSIDADE LIVRE PARA UMA CIDADE EDUCADORA com: Jaci Maria Ferraz de Menezes, Edvaldo Mendes Araújo, Silvio Humberto e Kátia Cunha . 200 vagas. CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

17h às 19h, MESA REDONDA: CULTURA, RELIGIÃO E DEMOCRACIA NO COTIDIANO DAS CIDADES com José Jorge de Carvalho, Vilson Caetano de Souza Júnior e Mãe Lucia das Neves , 200 vagas, CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

20 de Janeiro
9h às 12h, MESA REDONDA: FÓRUM SOCIAL MUNDIAL NA UNIVERÃO, 100 vagas
CENTRO PANAMERICANO DE JUDÔ.

Vejam as oficinas, minicursos, rodas de diálogo e shows gratuitos em:
www.laurodefreitas.ba.gov.br/univerão/

Todas as atividades são gratuitas e são ofertadas por Instituições Públicas do Estado da Bahia!
Inscrevam-se logo!
Algumas atividades estão com as inscrições esgotadas!

Comentário do Facebook
Continue lendo

Bahia

Internet proibida na Educação em Salvador.

Publicado

em

Começamos mal 2018 na Educação em Salvador. Não que alguém estivesse tendo grandes expectativas para este ano como um todo, mas não imaginávamos sermos surpreendidos, já no desabrochar do ano (02.01), com notícias como a que nos ofereceu a Secretaria Municipal de Educação (SMED). Pois quase como primeiro ato do ano a SMED distribuiu um aviso anunciando que 36 sites ou redes sociais haviam sido bloqueados, sendo, portanto, impossibilitados de serem acessados tanto pelo “Órgão central” como pelas “Gerências Regionais e Unidades Escolares”.

Ao ver a extensa lista me perguntei imediatamente: por quê não banir de vez a própria internet na educação em Salvador?

É lamentável que uma Secretaria de Educação tome atitude como essa, proibindo, por exemplo, o muito melhor Telegram e não o seu concorrente WhattsApp. Será que é porque aquele foi desenvolvido por dois irmãos russos?!

Proibiram também o Youtube e não o buscador Google, da mesma empresa Alphabet, e, com isso, outro questionamento: qual o critério para selecionar uns e não outros?

Vivemos um momento de intensa luta política, onde a internet está desempenhando um papel central, estando ela própria no foco dos debates contemporâneos. Conectar a escola à internet e usá-la plenamente é parte imprescindível da formação das juventudes. Essa tem sido nossa maior batalha desde 1995, quando conectamos, na gestão da prefeita Lídice da Matta, a primeira escola municipal à internet, a Novo Marotinho.

Necessário se faz inserir as escolas no mundo contemporâneo, contribuindo para uma formação cidadã plena de todos. Diferente do que quer a SMED, precisamos de mais, e não menos,  conexão e formação para o uso pleno das redes. Esse não é um desafio simples, mas não o enfrentaremos banindo os sites e as redes sociais do espaço educacional.

Aqui na Bahia os deputados estaduais já tentaram fazer o mesmo, mas estivemos presentes combatendo e, graças à nossa luta, esse absurdo não passou.

O mais curioso desta iniciativa da Prefeitura de Salvador (DEM), é que na mesma semana do tal comunicado, matéria aqui em A Tarde anunciava que o MEC, também sob o comando do DEM, preocupado com a baixa conectividade das escolas, havia lançado a Política de Inovação Educação Conectada, afirmando em seu site: “a educação pode ser imensamente beneficiada com a tecnologia”, tendo como meta conectar todas as escolas públicas até 2024.

Obviamente nos perguntamos: para que investir na conexão das escolas à internet, pelo menos em Salvador, se aqui tudo é proibido?

O que passa na cabeça dos gestores municipais, que não entendem nada de Educação, Ciência e Tecnologia, e querem tocar às políticas educacionais de nossa cidade?

Texto do Professor Nelson Pretto…
Publicado em A Tarde

 

Comentário do Facebook
Continue lendo

Bahia

ACM NETO E EMPRESÁRIO ANUNCIAM AUMENTO CRIMINOSO DE TARIFA

Publicado

em

Por

A população de Salvador tem sofrido a anos com o descaso no transporte público municipal. São ônibus de baixa qualidade, lotados e um valor exorbitante, dos mais caros do Brasil. Alem de linhas que vem sendo excluídas, promessas de Wi-Fi, Ar condicionado e renovação da frota não cumpridas e o prefeito anuncia mais um roubo, mais um aumento criminoso sem diálogo com o povo.

Convocamos toda a população de Salvador a se unir contra esses abusos de ACM Neto e participar das movimentações da Revolta do Búzu 2018! Começaremos dia 02/01 com assembleia as 10h no Colégio Central e ato as 13h na Lapa.

#4reaisMesmoNão
#PasseLivreJá
#SalvadorNãoÉBagunça

Comentário do Facebook
Continue lendo

TV Lampião

Facebook

Mais acessados