Connect with us

Bahia

Sem foro privilegiado, Geddel Vieira Lima é preso em Salvador

Postado

em

Investigações revelam que Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) agia em parceria com o ex-deputado Eduardo Cunha, preso em Curitiba pela Operação Lava Jato desde o ano passado

Charge de Simanca, demitido recentemente de A TARDE, em que satiriza o cacique Geddel, preso hoje em Salvador

Se procurássemos uma analogia no imaginário popular para definirmos a figura política de Geddel Vieira Lima, sem dúvidas, uma talvez lhe caísse tão bem como uma luva: “mais sujo do que pau de galinheiro”. Sempre confiante na impunidade, acostumado a levar a vida no “jeitinho”, Geddel Vieira viu o seu mundo cair na tarde de hoje, em Salvador. O autêntico representante da velha política, que não é debutante quando o assunto é “escândalos de corrupção”, teve seu nome nos holofotes já em 1993, isto é, há quase 25 anos, quando a moeda oficial do Brasil ainda nem era o Real. Pouco depois do governo Collor, Geddel viu o seu nome figurar na famosa lista dos “Anões do Orçamento”.

Neto e Geddel são aliados desde 2011

Em 2002, segundo matéria publicada pelo site G1, o cacique do PMDB foi chamado pelo ex-governador de Minas Gerais, Itamar Franco, de “percevejo de gabinete” (uma referência à troca de apoio político por cargos). E hoje, em 2017, olhando a sua trajetória em perspectiva, é possível claramente confirmar esse seu aspecto “vocacional”: passou por todos os governos desde 2003, inclusive o que tomou o poder de assalto, por meio de um golpe, no ano passado. E isso não apenas no plano federal: em Salvador, apoiou a pífia gestão de João Henrique, como também apoia o seu sucessor (Geddel é aliado de ACM Neto desde 2011). Por onde passou, por sua vez, Geddel não perdeu tempo e deixou o seu rastro: quando ministro da Integração Nacional, uma auditoria do TCU identificou irregularidades na liberação de verbas, que não seguia critérios técnicos. Segundo matéria publicada pelo jornal O Globo em 2010, Geddel transferiu, entre 2008 e 2009 (justamente no período da reeleição de João Henrique, seu aliado de então), quase 65% dos recursos destinados para a prevenção de tragédias para prefeituras da Bahia (sem critérios técnicos). Durante sua passagem pela vice-presidência da Caixa Econômica Federal, Geddel teria atuado para favorecer a OAS, segundo mensagens apreendidas em celular pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lava Jato (há conversas entre Geddel e o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro). Ainda segundo a mesma reportagem do G1, Geddel atuou também em favor da OAS quando esteve na Secretaria de Aviação Civil e junto à Prefeitura de Salvador (a matéria não informa se foi durante a gestão de ACM Neto, ou a do seu antecessor, João Henrique).

“Das compras” à prisão

Mesmo envolvido em escândalos, Geddel descia o nível e costumava bater-boca quando criticado por internautas

Em 2001, Geddel conseguiu a façanha de ser acusado de enriquecimento ilícito por ninguém mais, ninguém menos, do que Antônio Carlos Magalhães – um típico caso de um sujo falando do mal lavado – num vídeo intitulado “Geddel vai às compras”. Após virar a casaca (ele e a maioria do seu partido, PMDB), ser um dos articuladores do golpe de estado de 2016, Geddel Vieira Lima se tornou novamente ministro, desta vez do ilegítimo Michel Temer, mas não iria resistir a mais um escândalo: agora, o do “La Vue”. O cacique do PMDB da Bahia teria atuado em causa própria, aproveitando-se do cargo de ministro, ao tentar forçar a liberação de uma licença para a construção de um prédio de luxo (onde ele teria um apartamento) numa área tombada pelo Iphan. À época, acostumado com a total promiscuidade entre o público e o privado, confiante na impunidade, Geddel chegou a desdenhar: “vou sair por causa disso?”

Mas desta vez Geddel caiu foi do alto de sua soberba, já que não era mais ministro desde o ano passado. O ex-ministro de Temer foi preso por volta das 16h em Salvador e foi conduzido para a sede da Polícia Federal na Bahia, no bairro de Água de Meninos, na Cidade Baixa. Segundo as investigações da PF, Geddel teria agido em parceria com Eduardo Cunha na liberação de pelo menos R$ 1,2 bilhão em crédito da Caixa em troca de propina. O pedido de prisão preventiva acusa Geddel de atuar para impedir que o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB), preso em Curitiba, e o doleiro Lúcio Funaro, fechem acordo de delação premiada.

Geddel se junta no dia de hoje não apenas à Eduardo Cunha, mas também aos seus colegas de partido Sérgio Cabral, ex-governador do Rio, e Henrique Eduardo Alves, ex-ministro de Temer.

Com informações do G1, O Globo, UOL, BATV  

Comentário do Facebook
Continue lendo
Click para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Eleitores de Haddad sofrem ameaça de morte por seguidores de Bolsonaro

Publicado

em

A Mídia Lampião recebeu denúncias dos eleitores de Haddad onde afirmam que foram ameaçados de morte pelos seguidores de Bolsonaro nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp.

Uma das vítimas do ataque, Alex Souza, relata que é um dos administradores do grupo ELE NÃO! HADDAD SIM, no WhatsApp, e por esse motivo foi atacado. “Um suposto eleitor de Bolsonaro entrou no grupo para bagunçar e provocar os participantes com notícias “Fakes News” – [notícias falsas], com palavrões e vídeos pornográficos, não satisfeito ele me fez ameaças com mensagem mostrando uma arma de fogo, ele realmente não me conhece”,  denuncia.

“Fiz os prints da conversa, fui até a delegacia e aguardo a apuração dos fatos, se essa gente travestida de eleitor de Bolsonaro está pensando que de forma covarde, vão ficar escondidos através de perfis do Facebook e contas do WhatsApp está redondamente enganados, quem tem sangue de escravos nas veias não foge à luta, meus antepassados lutaram muito pela liberdade, não será qualquer projetinho de Bozanoro que me calará!”, declara.

Para Souza, a urna não é lugar de depositar ódio e intolerância, é lugar de depositar a esperança de um Brasil Feliz de Novo.  “Bolsonaro é homofóbico, machista, racista, perverso e muito mais… Continuarei na luta pela democracia e gritando de boca cheia! ELE NÃO! ELE NUNCA! ELE JAMAIS”, ressalta.

 

Confira a denúncia na integra:

Não são as crises políticas, econômicas e éticas que põem em risco a democracia brasileira. A democracia brasileira,…

Publicado por Alex Sousa em Sábado, 13 de outubro de 2018

Comentário do Facebook
Continue lendo

Bahia

O fenômeno Lula

Publicado

em

As pesquisas apontam. O mundo reconhece. Os brasileiros imploram. É emocionante falará do cara que virou ideia: O Lula.

Após 4 meses preso político o homem-ideia passa através das frestas das grades e faz o maior estardalhaço na recente história política do país. Se a boca não pode falar; a voz não pode ser ouvida, a imagem não pode ser vista e o cheiro não consegue ir tão longe. O que faz Lula crescer 9 pontos percentuais, conforme as pesquisas, após 120 dias trançados?
Se quem ao arrepio da lei imaginou que prendendo incorporar a ideia de apagaria, fez as contas erradas.

Mesmo com o Programa de Governo mais corajoso das eleições petistas, alinhado com o Desenvolvimento integral do país e com a inclusão de parcela considerável que ainda não faz parte da nação brasileira e retomada do desenvolvimento visto na era petista e a apresentação de reformas de base estruturantes; mesmo assim entre os ricos,, Lula amplia o seu eleitorado de 14% para 20%.no geral passa 30 para 39% no geral é, com a perspectiva de transferência de votos que já coloca seu apoiado no segundo turno das eleições. Mais ainda. Faz o PT ser, de longe partido mais querido do Brasil.

Estamos diante de um fenômeno que embolou a mente dos algozes que fizeram da comunicação uma partida de futebol marrada pelo locutor que torce para o time que perde; de um judiciário que assume publicamente sua opção política, quando a isonomia deve ser um princípio é de um mercado mambembe, que de tudo se faz (chantageia a população, faz análises e notas tentando desqualificar), mas o povo segue o Lula. Os mais atentos já sabem. Lula já ganhou na política ganhará nas urnas. Ganha o Lula ou que ele indicar. Pois, contra fatos tem havido muitos argumentos, mas o povo brasileiro tem argumentado mão forte ainda em favor dos fatos. Lula é um fenômeno.

Comentário do Facebook
Continue lendo

Bahia

PROTESTO DOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

Publicado

em

Neste momento nas ruas do comércio, os professores da rede Municipal de Ensino, protestam por melhorias salarias. Adata base para o reajuste salarial é maio e desde abril a APLB-Sindicato, entidade representativa da categoria, entregou a pauta de reivindicações e foram realizadas várias reuniões entre o Executivo Municipal e a direção da APLB. Entretanto, como nenhuma resposta positiva foi apresentada, não restou alternativa, senão a greve!

 

Comentário do Facebook
Continue lendo

TV Lampião

Facebook

Mais acessados